SEGUIDORES

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Coleção com objetos de Rory Gallagher será exposta depois de 50 anos


   
Dublin, 4 abr (EFE).- Uma coleção privada de objetos relacionados com o guitarrista irlandês Rory Gallagher entra em evidência depois de ter permanecido oculta por quase 50 anos em uma casa de Cork, a cidade que viu crescer este mito do rock e do blues.
Apesar de nunca ter sido considerado um "fenômeno", Rory Gallagher foi um dos primeiros artistas irlandeses de blues reconhecido fora da Irlanda, sendo citado como influência direta de ninguém menos que Edge (do U2), Slash (ex-Guns 'n' Roses) e John Marr (The Smiths).
Em entrevista à Agência Efe, Dónal Gallagher, irmão do falecido artista, afirmou nesta quarta-feira que a coleção descoberta inclui a primeira gravação de estúdio realizada por Rory com sua primeira banda, The Fontana Showband, uma autêntica relíquia para seus fãs.
O material inédito esteve durante 46 anos em posse do então "manager" da banda, Philip Prendergast. Após a morte do mesmo, a coleção acabou sendo encontrada por sua mulher, Sarah Prendergast, que decidiu doar todos os materiais para um amigo e fã de Gallagher, Tim O'Leary, o responsável por tornar pública essa descoberta.
Qualificado por Dónal como "fantástico", o achado também inclui uma breve biografia de Gallagher, que cita que o músico gostava de roupas de couro, suco de laranja e de colecionar discos.
Apesar de contar uma biografia e uma série de fotos do jovem Gallagher com sua primeira guitarra elétrica, uma Fender Stratocaster, a joia desta coleção é mesmo a velha fita k7 com sua primeira gravação de estúdio.
"A coleção reflete um período muito lindo na vida do meu irmão e na evolução de sua música pois, como integrante da Showband, queria mudar a imagem e o som habitualmente usados por este tipo de grupos", afirmou Dónal à Agência Efe.
Nesta fita, que contem cinco faixas, os destaques são "You Fooled Me All the Time" e "I Want You to Be Happy", duas das primeiras canções composta por Rory Gallagher. As outras são "Slowdown", "My Bonnie" e "Valley of Tears", versões que completam a tal fita, que, por sinal, foi elaborada com intenção de conseguir alguns shows em bases aéreas do Exército americano.
Em declarações à imprensa, Tim O'Leary afirmou que gostaria que sua coleção fosse exibida adequadamente para que todos os fãs de Gallagher e de música no geral."Ficaria muito feliz se essa exposição fosse montada em Cork", afirmou o fã e amigo.
"A Biblioteca Musical de Cork apresentou um projeto de ampliação de suas instalações para dar criar uma sala dedicada exclusivamente ao meu irmão. Mas, a crise econômica acabou paralisando este projeto", explica Dónal.
Segundo Dónal, o material também poderá ser exposto na loja onde Gallagher comprou sua Fender Stratocaster, a Crowley's Music Store, um estabelecimento que se transformou em um destino de peregrinação para os admiradores do músico nos últimos anos.
Apesar de não ter nascido em Cork, foi nesta cidade que o músico cresceu e formou a banda The Taste, a mesma que projetou o jovem internacionalmente. Rory Gallagher morreu em 1995, em Londres, pouco tempo depois de ter sido submetido a um transplante de fígado.