SEGUIDORES

terça-feira, 3 de maio de 2011

U2 - DO BLOG LIMONADA HIPPIE

Tá, U2 no Brasil, se vocês vem acompanhando os jornais estão vendo o quão eles são contráditórios, fazendo homenagem ao Ronaldo (que pra mim ele seria um fenômeno se tivesse nascido com 5 braços), com o Bono dizendo "Sou brasileiro e não desisto nunca" (gringo consegue estrapolar o ridiculo, ele não vive aqui, não sofre como todo brasileiro de baixa renda sofre e não tem o direito de falar essa frase,)talvez quando ele decidir doar tudo o que tem para os africanos pobres, daí quem sabe ele não vai poder usar essa frase com convicção) enfim, quanto escarcel, ou tanto barulho por nada. Brasileiro tem essa mania, não paramos para ver que somos o ultimo país aonde qualquer banda vem se apresentar, porque será? Somos especiais? Somos um povo caloroso? Que nada somos babacas mesmo. É cada banda ridícula que vem tocar por aqui, bandas cujas já desapareceram do mapa a “milianos”, mas aqui, tudo agrada, a gente topa tudo, “engole de tudo” desde bandas falidas a um bando de engravatados sugando das nossas veias. Pois é, se tivesse que fazer um comercial do Brasil, teria que ser assim: “Venha você narcotraficante poderoso, venha também você molestador com doutorado, você que já foi um artista famoso de qualquer área, nós o convocamos para fazer parte do nosso belo time de autoridades políticas, pois é, você que alguma vez já apareceu na telinha, venha, pois no Brasil VALE TUDO, só não vale xingar o time do companheiro hein!”. Em pensar que, na ditadura, jovens idealistas se juntaram, para derrubar aquilo que eles achavam errado, e nós jovens do século XXI, que temos a magnífica tecnologia ao alcance, só sabemos usa-lá para ficarmos cada vez mais individualistas e egoístas, voltando ao assunto U2, eu curto o SOM  da banda, até me equivoquei em admirá-los por algum tempo, pois para mim o Bono era o único artista que usando o “Front” da mídia para promover ações ambientalistas e para com a sociedade carente, agora vejo que eles são apenas mais um dos milhares de produtos da era “Sustentabilidade”, que tira grande proveito dessa palavra para se promover e faturar milhões 700 milhões para ser mais exato, somente este ano, antes de vir para o Brasil, os organizadores e claro com a banda disseram que iriam doar parte desse dinheiro para o Japão, mais tudo isso não passa de pura propaganda, ninguém esta ajudando ninguém na boa vontade, tudo é marketing, para poder triplicar aquilo que eles já tem aos montes, fico triste mesmo, em pensar que até pessoas que já pensaram em fazer desse mundo um mundo melhor e que se deixaram levar, por um simples e maléfico pedaço de papel. Digo isso, porque a organização não falou mais nada sobre a ajuda ao Japão, porque é aquilo que sempre acontece, antes de ter o lucro em mãos, todo mundo é pacifista, quer ajudar e etc. depois dos lucros é que vemos quem é quem. E todos que vão a esse tipo de espetáculo, para “adorá-los”, estão financiando esse tipo de atitude. Como sempre, a massa reclama, mas sempre está lá, fielmente apoiando qualquer coisa. As coisas boas são pouquíssimas pessoas que tomam partido, agora as coisas da “moda” aquilo que tem “nome”, todos querem fazer parte, por isso essa palavrinha mágica “Sustentabilidade” vem sendo usada com tanta freqüência ultimamente. Tudo que é nos dado nessa vida, não nos é cobrado, que é o ar, água e o sol, todo o resto que você tem, são somente detalhes, não são realmente necessários. Tudo que você precisa está na natureza, mas não, todos fomos criados em meio ao capitalismo, e crescemos sendo bundas mole da maior qualidade. E tem mais, se começarem a cobrança dos jornais, da mídia em geral em cima dessa alegação que o U2 fez, concerteza eles irão fazer, como cachorro magro com o rabinho entre as pernas, mais pode ter certeza de que toda a mídia estará lá para registrar isso, pois é o que dizem “Time is Money” e no caso deles (e toda essa corja de falsos pacifistas moralistas) também é marketing de grosso calibre. Paz!
http://limonadahippie.blogspot.com/