SEGUIDORES

domingo, 20 de fevereiro de 2011

E O PÁRA - RAIOS? QUEM INVENTOU *****

Nas cercanias de Filadélfia, no ano de 1752, um roliço quarentão contemplava impacientemente as nuvens tempestuosas que se formavam no horizonte vindas do mar.
Benjamin Franklin e seu filho, fez uma pipa que carregava um pequeno arame amarrado em suas varetas. Ele atrairia a energia que as nuvens traziam dentro de si, prenhes de violência e tumulto que serviam às maldições dos deuses. Foi uma cena inusitada ver aquele senhor sóbrio, respeitável, lançando pelos céus aquele pequeno pedaço de seda preso a um fio. O próprio Franklin não fez questão de testemunhas do seu bem sucedido engenho, envergonhado de um possível fracasso em tentar neutralizar aquelas terríveis forças da natureza com um simples arame. 
Franklin identificou as cargas positivas e negativas e demonstrou que os raios são um fenómeno de natureza elétrica.
As invenções de Franklin incluíram o pára-raios, o aquecedor de Franklin - franklin stove (um aquecedor a lenha que se tornou muito popular, debitando uma corrente de ar diretamente na área a aquecer), as lentes bifocais e o corpo de bombeiros norte - americano.