SEGUIDORES

quarta-feira, 2 de maio de 2012

MARI SAMBATI COMENTA RAUL SEIXAS *****



 Raul protagonizou histórias antológicas durante toda sua carreira.
 Uma delas chega a ser inacreditável: em maio de 1982, em um show em Caieiras, São Paulo, o público achou que Raul era um impostor dele     mesmo. Para piorar a situação, não tinha nenhum documento e quase foi linchado. Acabou preso, foi espancado pelo delegado e pelos policiais.


Se não fosse por Raul o empolado e assoberbado Paulo Coelho atual seria ninguém. A primeira música assinada por Raul Seixas e Paulo Coelho, "Caroço de Manga", na verdade foi composta apenas por Raul Seixas. Para incentivar o amigo, ele colocou o nome de Paulo Coelho na música, que mais tarde afirmou que aprendeu a escrever graças a linguagem popular que Raul Seixas o ensinara.