SEGUIDORES

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

ROCK BRITÂNICO .....POR FERNANDA CARVALHO


O movimento Trad jazz, a vinda de artistas de Blues para a Grã-Bretanha e a versão de Lonnie Donegan para "Rock Island Line" e em 1955 a música Skiffle, passaram a inspirar muitos jovens a seguirem uma carreira musical*(1). Dentre eles John Lennon e Paul McCartney, cujo grupo The Quarrymen, formado em Março de 1957, iria mudar gradativamente e se transformar posteriormente nos Beatles*(2). Este desenvolvimento primário no Reino Unido era uma responda criativa ao rock and roll americano, que teve um impacto global. Cor e barreiras foram deixando de ser um problema. Inúmeros jovens britânicos escutavam R&B e os pioneiros do Rock e começaram a formar suas próprias bandas. A Grã-Bretanha tornou-se rapidamente um novo centro de Rock and roll.
Em 1958 três adolescentes britânicos criaram Cliff Richard e os Drifters (mais tarde renomeado Cliff Richard e The Shadows). O grupo gravou um hit: "Move It", considerado não só o primeiro verdadeiro Rock and roll feito na Grã Bretanha, mas também o início de um som diferente, do Rock britânico. Richard e sua banda introduziram muitas alterações importantes na Grã-Bretanha, tais como a utilização de uma guitarra base (Hank Marvin) e um baixo elétrico.
 Alguns shows tiveram bastante popularidade na Grã-Bretanha, por exemplo os do Gene Vincent. Isto inspirou muitos jovens britânicos a comprarem discos e a seguirem o cenário musical, lançando assim as bases para a Beatlemania.
Ao mesmo tempo, no final dos anos 1950 e início dos anos 1960, fãs de R&B, como Alexis Korner tocavam um autêntico Blues americano em clubes londrinos e em outros lugares, num momento em que este estilo musical teve um declínio de popularidade nos EUA. Isto proporcionou a formação de grupos como os The Beatles, em Liverpool, os Rolling Stones e The Yardbirds, em Londres, The Animals, em Newcastle, e Them, em Belfast
*(3)
. Nos EUA e em boa parte do mundo, esses grupos se tornaram conhecidos.

  1. M. Brocken, The British folk revival, 1944-2002 (Aldershot: Ashgate, 2003), pp. 69-80.
  2. "British Invasion", All music guides
  3. artigo da Encyclopedia Britannica