SEGUIDORES

terça-feira, 2 de agosto de 2011

RORY GALLAGHER RECUSOU THE ROLLING STONES

"Em 1975 os STONES se aproximaram de Rory Gallaggher, de uma maneira bem direta, mas o problema foi que eles contataram RORY bem no começo de janeiro. Ele concordou em ir a Roterdã e gravar com eles, mas naquele momento a unidade móvel de gravação estava quebrada e enfrentando dificuldades técnicas.
Por isso, ele deu o suporte até o fim de janeiro, quando Rory teve que fazer uma turnê no Japão. De fato, ele foi até lá e fez quatro noites com eles em Roterdã. RORY foi bem recebido nos STONES pelo empresário deles na época. RORY se recusou a que eu fosse com ele nas apresentações. Eu queria ir com ele pras sessões, mas ele disse, ‘Ah, eu só estou fazendo uma jam session, nada sério’.
Além disso, Mick Jagger e Keith Richards não estavam se falando naquele momento, e houve um esforço muito grande do Mick em colocar a banda de volta na estrada. RORY era o substituto natural para Mick Taylor, porque era essa a regra na época. Não se tratava de achar um guitarrista, tratava-se de encontrar um substituto para Mick Taylor.

                                     
Chegou a última noite, e RORY tinha gravado algo como quatro faixas com eles, que mais tarde estariam no "Black and Blue". Mick disse: 'Nós adoraríamos tê-lo, mas você precisa ter uma conversa com Keith. Então, você poderia, por favor, ir até o quarto de Keith. Ele está esperando para discutir as coisas com você.' 
 RORY subiu e Keith estava letárgico na cama. RORY voltou a cada meia hora durante a noite, e Keith nunca se recuperou. Assim, RORY simplesmente fez as malas e pegou o avião no dia seguinte.