SEGUIDORES

domingo, 19 de junho de 2011

....JOE PERRY ........DO AEROSMITH



Não tem como falar de Aerosmith e não falar de Joe Perry, mas precisamente Anthony Joseph Perry, o guitarrista da banda e que também tem carreira solo. Perry nasceu em Lawrence, Massachusetts, no dia 10 de setembro de 1950, e aos 14 anos já sabia tocar guitarra.

         Esse amor pelo instrumento nasceu quando ele tinha apenas 6 anos vendo seu vizinho tocar. Ele insistiu tanto que seus pais lhe deram a primeira guitarra aos 9 anos, embora quisessem que Joe aprendesse piano. Aos 14 anos ele forma sua primeira banda, a Chimes of Freedom, e depois entra na Just Us enquanto estudava na Vermont Academy, além de tocar na Flash. Aos 16 anos se juntou ao baterista Pudge Scott e ao baixista Tom Hamilton em uma banda chamada Pipe Dream, que só funcionava nas férias dos garotos.  Passado dois anos eles se reformularam mudando o nome para Jam Band.

        Joe nunca gostou de estudar, e sua carreira acadêmica terminou quando não quis cortar os cabelos enquanto pretendia terminar o ano na Hopedale High School. Conseguiu um emprego em uma fabrica, e no verão trabalhou no restaurante chamado Anchorage, em Sunapee, New Hampshire. Uma noite enquanto a  Jam Band se apresentava no restaurante,  acabou impressionando Steven Tyler que frequentava o local e que também tinha uma banda, a Chain Reaction. As duas bandas se unem formando o Aerosmith, que ficou completa com o baterista Joey Kramer e com o guitarrista Ray Tabano, mas tarde substituído por Brad Whitford.

O Aerosmith fez muito sucesso na década de 70, principalmente depois de estourarem com a edição de Toys in The Attic, fazendo deles estrelas do rock n’ roll internacional. Já no álbum seguinte, Rocks, passam a influenciar toda geração do hard rock americano.E Joe cresce também como guitarrista na banda, influenciando gerações e novos guitarristas com seus riffs.

No entanto depois do estouro e sucesso, a banda acabou se entregando aos vícios e foi ficando em segundo plano.  Perry desfaz sua parceria com Tyler, e Whitford sai da banda. Foi uma fase bastante conturbada, que só mudou a partir de 1984, quando os dois regressam a banda. Nos anos seguintes eles lançaram alguns álbuns, porém, não foi sucesso de vendas. Só em 1989 com o Pump é que eles voltam ao topo das paradas de sucesso. E assim continuaram lançando álbuns novos e turnês pelo mundo, inclusive aqui no Brasil em 2007.

Tudo ia bem até Tyler romper com o grupo em 2009, acho que isso foi uma facada nas costas do Joe, porque o mesmo falou em diversas entrevistas que só ficou sabendo da saída do vocalista pela internet. Mas a revista Rolling Stone de novembro de 2009 informou que Steven Tyler apareceu em um show do Perry, e declarou: “Nova York, quero que você saiba que não estou deixando o Aerosmith”, e depois para Joe “Você é um homem de muitas cores, mas eu sou o Senhor Arco-íris”.

O Aerosmith vai voltar a trabalhar em julho em um  novo álbum, aguardado há muito tempo. No dia 30 de outubro eles irão fazer um show em São Paulo e os fãs poderão acompanhar de perto a banda que sempre consegue se reerguer.