SEGUIDORES

segunda-feira, 11 de abril de 2011

PÂMELA ..........POR PÂMELA LEONY*****



Desta vez na minha coluna, farei uma breve apresentação de quem sou... a pedidos, contarei um pouco de mim. Meu nome completo é Pâmela Mendes Leony, sou jornalista há 8 anos, tenho especialização em Mercado, Comunicação e Era Digital na UNIPAR; e em Comunicação Política e Imagem na UFPR. Escolhi essa profissão por gostar muito de estar informada sobre tudo – tudo mesmo, gostar de escrever, ser absolutamente curiosa, esses foram os pontos fundamentais para a minha decisão.
Nascida em Curitiba, mas vivi alguns anos em Cascavel e tive a grande oportunidade de conhecer a Itália, na qual fiquei morando por 4 anos, estudando, trabalhando e curtindo. Amei essa experiência... conhecer outra língua, cultura, gastronomia, entre outras coisas. Na Itália, aonde estudei a língua italiana, a cultura e seus costumes, obtive experiência profissional e de vida. Observei que o Brasil está mais avançado que a Itália, em tecnologia da comunicação principalmente. Cometem alguns erros que atrapalham a transmissão de uma matéria, a comunicação visual, não atende as expectativas dos telespectadores. Ah!Adquiri experiências na gastronomia Italiana, na qual desenvolvi um dos meus hobbies. E tive oportunidade de aprender e conhecer um pouco dessa cozinha típica na Itália. Criando assim, a pretensão de realizar no futuro um curso na área da gastronomia e unir com a comunicação. 
Hobby: adoro cozinhar, escoltar músicas, dançar, passear, futebol etc. Sou uma apaixonada por animais, tenho uma yorkshare que se chama Bela, que trouxe comigo da Itália.
Atualmente, moro em Curitiba, trabalho como jornalista e realizos trabalhos como assessora de imprensa.  
Pode se dizer que sou uma pessoa que corre sempre atrás dos meus objetivos, por isso, que sempre estou a mil... Gosto de me sentir livre, deste modo, me identifico com as borboletas, um animal que há uma transformação da frequentemente feia e bizarra lagarta em uma elegante borboleta, é realmente um dos milagres executados pela Natureza por Deus, ela nunca está parada, sempre buscando algo, sempre se transformando, isso é essencial.
Encerrando, espero que tenham gostado de saber um pouquinho sobre como é a Pâmela.